Participação da SEMA na 27ª edição da Conferência da ONU sobre Mudanças Climáticas.

Acessar fotos
19/11/2022

A Secretária de Estado de Meio Ambiente e Recurso Naturais, Raysa Maciel e a Superintendente de Gestão de Resíduos Sólidos, Rafaella Patricia, fazem parte da delegação maranhense que acaba de desembarcar no Brasil, após participar da 27ª edição da Conferência da ONU sobre Mudanças Climáticas- COP27 que aconteceu no Egito.

A Conferência que esse ano ocorreu entre os dias 06 e 18 de novembro na cidade de Sharm El Sheikh, reunindo lideranças políticas e econômicas mundiais, para discutir detalhes sobre como desacelerar as mudanças Climáticas; mitigação dos gases do efeito estufa; adaptação climática; o impacto climático na questão financeira e a colaboração entre os participantes e interessados para atingir os objetivos de conter o aquecimento global.

A delegação liderada pela secretária contou também com representantes da Secretaria de Desenvolvimento Econômico e Programas Estratégicos (SEDEPE), da Maranhão Parcerias (MAPA), e da Secretaria de Estado da Fazenda (Sefaz). Juntos eles participaram de painéis de discussões e reuniões bilaterais visando apresentar potencialidades sustentáveis do Maranhão, buscando captar recursos e fortalecer as parcerias internacionais existentes e conseguir outras que possam contribuir com o crescimento econômico do estado, com as iniciativas de inclusão social e trabalhos focados na preservação ambiental.

‘’Somos um Estado que traz a preservação do meio ambiente aliado ao desenvolvimento econômico e social. Trouxemos projetos exitosos que acontece no Maranhão, como o Maranhão Sem Queimadas que combate queimadas e incêndios florestais; o Maranhão Verde que recupera áreas degradadas e nossos Aja’s que trabalha com jovens para introduzir a consciência ambiental’’, afirma a secretária de Estado do Meio Ambiente, Raysa Maciel.

Outras iniciativas executadas pelo Maranhão e apresentada foi o REDD+, decreto recentemente assinado pelo governador Carlos Brandão que busca contribuir para a mitigação da mudança do clima por meio da eliminação do desmatamento ilegal, da conservação e da recuperação dos ecossistemas florestais e do desenvolvimento de uma economia florestal sustentável de baixo carbono

O que é a COP?

COP é a sigla em inglês para Conferência das Partes, nome oficial dos órgãos responsáveis por tratados internacionais no âmbito da ONU.

Há alguns anos COP se refere à reunião anual em que se decidem os assuntos relacionados á Convenção do Clima da ONU.

A reunião vem sendo realizada desde 1995, não sendo realizada só em 2020 por conta da pandemia.

Quem participa da COP?

A reunião conta com a participação de técnicos, diplomatas e autoridades nacionais, que são responsáveis pelas negociações e aprovações oficiais. Algumas organizações não governamentais podem acompanhar as discussões como observadoras.

Por que ela é importante?

Porque ela é o fórum em que a comunidade internacional monitora o progresso do combate e luta contra mudanças Climáticas e toma decisões para minimizar os riscos associados ao aumento da temperatura.

A COP também é onde os países negociam às questões como quem deveria ir além em seus compromissos para reduzir suas emissões de gases de efeito estufa.

Fonte: Capital Reset