PORTAL DA TRANSPARÊNCIA  |     |  

SAIBA COMO AGIR AO ENCONTRAR CARAMUJOS AFRICANOS

01/06/2018

Sobre os caramujos africanos mostrados na reportagem, se trata de uma espécie invasora com potencial para transmitir doenças, como a meningite. Se tiver na sua casa ou próximo, poderá recolher protegendo as mãos com luvas ou sacos plásticos. A transmissão de doenças não se dá pela pele, mas apenas se houver contato do muco com alimentos, objetos ou as mãos levadas à boca.
 
Por isso, o alerta com relação às crianças. Essa situação está sendo avaliada pela SEMA e Secretaria de Saúde, que devem emitir comunicados e orientações em breve. Mas, a orientação geral é proteger as mãos, colocar os caramujos em um recipiente com água e água sanitária na proporção 3:1 (por exemplo, 3 copos de água e 1 copo de água sanitária) por 24h. Após esse tempo, descarta a água na pia normalmente, os caramujos estarão mortos e podem ser colocados no lixo para recolhimento.
 
Queimar também é recomendado, mas pode ter risco de se queimar, pois como eles contêm muita água no corpo, é preciso usar bastante álcool. Também seria interessante quebrar as conchas antes de por na água sanitária ou queimar, tanto para acelerar a morte deles, quanto para evitar que a concha se torne criadouro para o mosquito da dengue. Informações adicionais no site da SEMA (www.sema.ma.gov.br) ou no telefone 9831948900.
 

Contatos

contatos

Fones:
Sema (GERAL): (98) 3194-8900
Ouvidoria: (98) 3194-8910
Fax: (98) 3194-8911
 
Endereço Sede:
Av. dos Holandeses, n° 04, Quadra 06, Edifício Manhattan, Calhau
São Luís - Maranhão CEP: 65071-380
 
Endereço Anexo:
Rua dos Búzios, Quadra 35, Lote 18, Calhau
São Luís - Maranhão CEP: 65071-700