PORTAL DA TRANSPARÊNCIA  |     |  

SEMA discute a gestão das águas subterrâneas da região metropolitana de São Luís

27/10/2017

A Secretaria de Estado do Meio Ambiente e Recursos Naturais (SEMA) fechou parceria com a Companhia de Pesquisa e Recursos Minerais (CPRM) e a Agência Nacional das Águas (ANA), para a elaboração do Estudo Hidrogeológico da Região Metropolitana de São Luís (RMSL) - Subsídios para o Uso Sustentável dos Recursos Hídricos. 
 
Estes estudos visam à geração de conhecimento hidrogeológico sobre os sistemas aquíferos da Ilha, das relações entre eles e destes com os corpos d’ água superficiais e a avaliação de locais com restrições de uso da água, tanto em termos de quantidade quanto de qualidade, orientando a definição de estratégias de gestão das águas subterrâneas da RMSL visando a sua preservação e seu uso sustentável.
 
Nesse sentido, prevê diversas atividades tais como a caracterização física da RMSL, incluindo, entre outras, a avaliação do uso e ocupação da terra, geológica, hidrogeológica, hidroclimatológica, um balanço hídrico integrado, avaliação da relação das águas superficiais com as subterrâneas (grau de dependência e contribuição), bem como a cenarização de usos da água em diferentes horizontes (frente às mudanças climáticas), análise socioeconômica e caracterização da oferta de água e demandas atuais na região metropolitana. 
 
O Secretário de Estado de Meio Ambiente e Recursos, Marcelo Coelho, considera “de extrema importância para o estudo do levantamento das águas dos subsolos, uma vez que o mesmo auxiliará o Governo do Estado na gestão dos recursos hídricos da Grande Ilha”. 
 
Os principais resultados deste estudo deverão ser a caracterização dos Sistemas Aquíferos Barreiras e Itapecuru, com a produção de mapas temáticos (hidrogeológico, hidroquímico, potenciométrico e de transmissividade), do modelo conceitual e matemático de funcionamento destes, e da avaliação da demanda atual de águas subterrâneas (baseado em um cadastro de poços).  Além disso, devem ser levantados dados relativos ao suprimento de água/demandas de águas futuras, sistema de drenagem urbana e geração de esgotos produzidos, bem como de sua coleta e tratamento. Por fim, prevê a proposição de estratégias de manejo sustentável, com foco nos modelos de gestão participativa, integrada e no estabelecimento de mecanismos de proteção, controle e/ou restrição do uso das águas subterrâneas. Um Programa de Educação Ambiental, deve ser proposto, assim como estratégias específicas relacionadas aos instrumentos de gestão, à qualidade associada às atividades urbanas e às atividades rurais, e à proposição de áreas de restrição e controle do uso da água subterrânea, áreas de proteção de aquíferos e perímetros de proteção de poços de abastecimento, bem como uma proposta de Modelo de Gestão das Águas. 
 
O Coordenador Executivo do Departamento de Hidrologia da CPRM, João Alberto Diniz, afirmou que o estudo “pretende fornecer os subsídios necessários para a continuidade da gestão das águas futura e atual da Ilha e reforça que é de grande relevância que a população local se conscientize e colabore com o estudo”.
 
Sendo assim, durante o Seminário, que aconteceu dia 26 de outubro na FIEMA, o intuito foi desenvolver e discutir propostas para atividades de educação ambiental que possibilitem uma abordagem estratégica privilegiando a participação da população na busca de soluções viáveis para os principais problemas identificados. 
 
Foram discutidos os seguintes temas: Ações da Agência Nacional das Águas (ANA) em águas subterrâneas; Expectativas do Estado do Maranhão com os Estudos Hidrogeológicos da RMSL; Estudos Hidrogeológicos da RMSL – Escopo e Estágio de Desenvolvimento; Programa de Educação Ambiental (PEA) dos Estudos Hidrogeológicos da RMSL. Além disso, haverá as apresentações dos resultados preliminares do estudo em questão, desde o Uso e Ocupação do Solo, Geologia e Hidrogeologia até a Hidrologia, Clima e Balanço Hídrico. 

Mais Fotos

SEMA discute a gestão das águas subterrâneas da região metropolitana de São Luís .
Contatos

contatos

Fones:
Sema (GERAL): (98) 3194-8900
Ouvidoria: (98) 3194-8910
Fax: (98) 3194-8911
 
Endereço Sede:
Av. dos Holandeses, n° 04, Quadra 06, Edifício Manhattan, Calhau
São Luís - Maranhão CEP: 65071-380
 
Endereço Anexo:
Rua dos Búzios, Quadra 35, Lote 18, Calhau
São Luís - Maranhão CEP: 65071-700